Esperança

DEIXE 2020 IR EMBORA

Passou o verão, o outono chorou, o inverno doeu e a primavera trouxe as flores para os que se foram.

 

As frases com respostas prontas tornaram-se ineficazes e teve dor que o silêncio com a mão estendida confortou muito mais com a grandeza do amor consciente.

 

As palavras esperadas não chegaram para as lágrimas derramadas em nosso país. Qual a razão de isso ter sido assim? Não é sábio formular respostas nesses dias penosos, diante de tantos fatos desesperadores que presenciamos em discursos com raciocínios simplistas e interesses doentios. Não há limites para a estupidez humana e seus crimes numa época de dor.

 

Como será a sua despedida de 2020? Será que importa mais do que como você entrará 2021? Comemoração sem noção não é uma coisa boa, mas a entrada para esperança leva sempre as melhores lembranças.

 

Deixe 2020 ir embora.

 

Mas, não deixe ir embora o seu esforço, não se despeça do que não aconteceu ainda de bom e não desista de semear a boa semente porque tudo ficou pedregoso.

 

Tudo estava ali tão perto e de repente ficou tão distante. O medo neblinou o que estava indo bem e a solidão disse que não é bom ficar sozinho. Na perda impactante houve extenso adoecimento emocional sem muita sensibilidade de atitude racional. Nada mais desumano que uma pandemia sem empatia.

 

Ah, quantas falas inúteis! E quem se achava se perdeu no achismo que apenas contava vantagem sem coração, sem nenhuma gratificação para confortar a vida. Perdemos a sabedoria porque aceitamos a parceria da ignorância com a ganância. Mas a esperança conseguiu respirar na falta de ar mesmo diante de tanta poluição política.

 

Deixe 2020 ir embora.

 

Não leve a tendência do que é ruim; não se amarre ao pessimismo, não se deixe convencer pelo negacionismo, não se apoie no escapismo; não hesite, não especule, não retarde, não perca mais tempo; nessa entrada para o ano novo só quem pode definir sua escolha do que fica no seu interior e do que não vai é você.

 

Os sem noção estão organizando o “coronafest” para o fim de ano. De onde vem isso? Para onde levaremos nosso país? É a falência do respeito para com a dignidade humana. Alguns acreditam que vivem ilesos no paraíso do protecionismo das suas aparentes vantagens e que os protocolos diante da pandemia podem ser ignorados.

 

Afinal, o importante para os que não se importam é a diversão e não o cuidado de uns com os outros. Muitos estão tentando salvar seus entretenimentos com medo de perder o tempo de viver. Aquele que negligencia a vida com essa mentalidade de aproveitamento estará sujeito a descobrir que a vida é curta.

 

Deixe 2020 ir embora.

 

Um novo tempo se aproxima e “quero trazer à memória o que me pode dar esperança”. 1

 

E a “memória” da esperança ( לב leb) aqui compõe a mente que filtra todo conteúdo influente, que deve passar pela consciência e permanecer no coração; tornando-se o centro das emoções, das vontades, dos desejos, das buscas; no exercício de um caráter determinado e inteligente que decide andar com Deus.

 

É nessa disposição que escrevo: Deixe 2020 ir embora. Levante seu rosto, ergue teu olhar e encare o que der e vier. A fé em Deus não tem prazo de validade. E o Evangelho continuará dentro de você como boa notícia. Seja elegante na graça de Deus.

 

Um abençoado 2021 para vocês.

 

Planeta Terra – Estação Verão – 30/12/2020

Augusto Pinheiro

 

 

 

1 Sociedade Bíblica do Brasil. (2003). Almeida Revista e Atualizada (Lm 3.21).

Augusto Pinheiro

Psicanalista Clínico e Analista Comportamental Assessment.​​ Registrado na Associação Brasileira de Medicina Psicossomática Regional do Distrito Federal - CRPA No.26833/17-BR.

Atendimento presencial no CW15 Coworking

Rua Quinze de Novembro, 747 - Centro - Marília/SP CEP 17500-050

(014) 99615-1015

CONTATOS E AGENDAMENTOS

WhatsApp: (14) 98175-5228

E-mail: augustopinheiro.psicanalista@gmail.com

  • Instagram
  • Facebook
  • YouTube
  • Twitter

Copyright ©2021. Todos os direitos reservados.  Hospedado por WIX - Augusto Pinheiro - www.augustopinheiro.net

Permitido compartilhar conteúdos desde que citado o nome do autor e site de origem.